quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Aprendendo com Davi – Chorando junto!

É isso mesmo...mãe chora junto quando vê que seu filho chora de dor...
É um misto de desespero, falta de capacidade...você se sente um lixo por não saber o que fazer, nem como ajudar a amenizar a dor de seu pequeno...
Minha vez de chorar com Davi foi no dia 13/10 (quarta-feira)...as coisas começaram assim: na madrugada de sábado pra domingo, um vizinho fdp disparou o alarme, e o Davi acordou mega assustado. Nós adotamos uma tática aqui, sempre que chega alguém de carro, um já vai com o controle do alarme pra janela e outro vai atender o Davi, pois queríamos evitar que ele assustasse muito com o barulho, porém, neste fim de semana não deu tempo...estávamos bastante cansados e quando vimos já foi tarde, o alarme disparou e o bebê acordou...
Acontece que depois disso, não havia o que consolasse o Davi, ele chorava e chorava...nem colo da mãe resolvia...a única coisa que resolveu foi mamar...depois de uma boa mamada ele dormiu...mas não foi um sono constante...ele cochilava e acordava, chorando bem sentido, dolorido...dava muito dozinho.
No domingo, ele seguiu agitado, horas ficava tranqüilo, horas assustava-se do nada...e desde então ele começou a mamar mais...acontece que ele não estava mamando efetivamente, estava usando o bico do peito como chupeta...mas eu como boa mãe de primeira viagem não percebi isso...e foi assim na segunda, na terça...até que quarta foi a gota d’água... desde domingo ele andava chororô, tentávamos de tudo para acalmá-lo mas passava na hora, e logo começava tudo novamente...
De terça pra quarta praticamente não dormimos, bebê chorou quase que a noite toda...acalmou-se quando coloquei ele na nossa cama, ai conseguimos “dormir” por umas duas horas acredito...e a cada mamada, ele sugava e sugava o peito meio desesperado. E depois das mamadas vinha o choro dolorido...bebê se torcia todo...era as malditas cólicas...
Passei a manha toda chorando com ele, e pedindo a Deus que eu sentisse aquela dor...não adiantava massagem, esquentar a barriguinha, nada, parece que todas as dicas que já ouvi falar sobre cólicas eram inúteis...chamei papai...veio meio dia pra casa, pra chorar junto conosco...Manfred ligou pra minha sogra (avó pediatra) e contou o que estava acontecendo...e ela deu seu parecer medico, como bebê estava mamando muito, seu pequenos estomago/pregas intestinais não estavam dando conta de processar aquele leite todo...então ia dilatando, causando dor (as palavras não foram bem essas, mas foi o meio que achei de expressar)...
Então ela nos orientou a diminuir as mamadas para no máximo 15 min, após a mamada, arroto, deitá-lo de lado direito, ou de barriga pra baixo amontoadinho, e acompanhar o processo. Graças a Deus deu certo...hoje, ele teve um pouco de cólica novamente, mas foi bem mais tranqüilo, creio que a dor não foi tão forte, ele choramingava um pouco mas logo soltava pum e fazia cara de alivio, mamãe hoje também estava mais preparada então o incentivei a soltar puns...rsrsrs...depois da mamada sempre deixo ele um pouco deitado barriga com barriga comigo...ai ia massageando e quando percebia que vinha a dorzinha dizia “vai passar filho, vai passar...vamos soltar pum à vontade”..rs...sei, parece bobagem, mas o pequeno também reagiu mais confiante hoje...então deu certo!
Tivemos um dia bem mais tranqüilo e feliz!
Hoje a noite demos um banho, com chá de camomila...ele ficou todo relaxadão...neste momento...papai e bebê dorme na nossa cama...barriga com barriga...tão bonitinho, não vou tirar uma foto pra não acordar todo mundo...rsrs...

Mas segue uma foto de ontem, depois que passaram as cólicas.

Ver essa criatura linda dormindo bem, não tem preço...nos proporciona uma PAZ ENORME!




Bjs, linda noite.

4 comentários:

Ligiane, mãe do Rafael disse...

Querida!!!
Imagino seu sofrimento, como imagino! Choro de dor e de sentimento dói na gente!!

Uma coisa: li em algum lugar que em dias de muito agito em casa ou na vizinhança, aqueles "barulhos brancos", ajudam a neutralizar a loucura do ambiente. Podem ser baixados na internet, caso você não os tenha. Bom é testar antes, em momentos em que o bebê está mais agitado.

Outra coisa que ajudou muito aqui em casa pra acalmar o Gato (mesmo nas cólicas) foi o "som que imita o do útero". Só é bom para os bebês, porque me parece um som horrível!rs Gato se acalmava muito, logo que nasceu. Se quiser, posso achar um jeito de te mandar.

Avó pediatra é tudo, hein? :o)

Beijo grande, teu filhote está LINDO!

Marília Sampaio disse...

Oi Tah,

Tava sumida da internet, e nem te parabenizei pelo lindo DAVI! Então, PARABÉÉÉNS!!! Ele é muito fofo, mesmo!

Quanto às cólicas: ó,fui muito sortuda, passei ilesa disso. Não sei se foi sorte ou eu também ajudei, pq Miguel sempre viveu de sling (coladinho em mim, em pezinho, barriga com barriga) e já li que isso evita cólicas.
Outra coisa é o banho de balde. Dou nele desde 1 mês e ele AMA. Relaxa e tal.

Deixo a dica,rs.

Beijão

Niara disse...

Ai guria, quanto sofrimento, bom que o pior já passou....e o seu picorucho está cada dia mais lindo.....

Força amiga...

Um abraço quebra costela pra vc e bom final de semana....

Andriara

♥♥ Thata ♥♥ disse...

Te entendo!
Dudu teve sérias crises de cólica até os 2 meses. Passava horas chorando no colo, nada consolava.
E eu abria o berreiro junto, aff. Depois dos 2 meses as cólicas magicamente passaram!
Pelo menos vc tem uma vovó pediatra, isso deve quebrar um galhão, que belezinha!

Davi ta lindoooo!

Um beijo!